Uncategorized

Aprender inglês com música: Realmente funciona?

Aprender inglês com música
Written by Rafael Teixeira

Você certamente já ouviu alguém dizer que “gostava muito de determinado estilo, e percebi que comecei a aprender inglês com música”. Na verdade, a música é uma dar portas de entrada mais comuns de diversas pessoas para esta linguagem.

O motivo é simples: algumas das bandas mais populares do mundo vieram diretamente de países de língua inglesa. Desta forma, é inevitável não aproximar-se culturalmente da linguagem em diversos aspectos.

Com este grande acervo disponível, aprender inglês com música não é uma tarefa tão difícil assim, além de ser bastante divertido.

Aprender inglês com música realmente é útil?

Aprender inglês com música é útil de diversas maneiras. Quanta atenção e dedicação você conseguia concentrar em suas aulas de inglês na escola ou em cursinhos? Provavelmente era um nível de dedicação muito menor do que o que você garante a suas músicas favoritas.

Isso é natural – damos mais atenção, com mais facilidade, às coisas que gostamos mais. É por isso que aprender inglês com música é algo tão poderoso. É uma forma de reunir aprendizado e prazer e um único esforço.

Quais músicas devo escolher?

Essa certamente é a primeira dúvida que as pessoas tem. A verdade, é que não há um conjunto ideal de músicas. Se a ideia é permitir que você uma o aprendizado e o prazer, você deve escolher as músicas que mais gosta.

Se possível, dê preferência para músicas onde os vocais sejam bastante claros, e a velocidade seja razoável, para que você possa entender bem o que está sendo dito.

Quais músicas não escolher?

Não escolha músicas com as quais você não possui afinidade. Além disso, músicas onde os instrumentos abafam a voz podem ser mais difíceis de se entender. Cuidado com músicas em que o sotaque seja de países não nativos da língua inglesa – isso pode gerar maus hábitos para sua compreensão da língua.

Olhar a tradução desde o início ou esperar?

Uma das principais dúvidas a respeito de se aprender inglês com música, é o método. Conhecer a tradução desde o início ou não?

Em geral, a melhor ideia é conhecer bem a letra em inglês. Isso dará mais atenção para a pronúncia e as palavras que fazem parte da música. Só quando você a conhecer bem é que a tradução fará alguma conexão com as palavras originais.

Conhecer a letra e saber seu significado

Como mencionado anteriormente, é importante antes conhecer a letra, e só depois buscar sua tradução em português. O motivo é simples: se você buscar a tradução logo no início, sempre saberá o que aquela música significa. No entanto, não terá aprendido palavras, frases e pronúncia. Saberá apenas o significado daquela obra, mas não terá enriquecido seu inglês.

Se você souber o refrão de cor, no entanto, e só então procurar sua tradução, saberá o que cada verso diz, e provavelmente aprenderá todas aquelas palavras de um única vez.

Características para dar atenção ao aprender inglês com música

Há alguns componentes que são especialmente úteis para se aprender o idioma. Entre eles, você deve dar especial atenção a:

O sotaque da banda

É importante saber diferenciar os sotaques das diferentes bandas que você escuta. Isso ensinará muito a respeito das diferentes regiões e maneiras de se pronunciar as palavras. Muitas vezes, você pode perceber diferenças significativas em versões diferentes de uma mesma música.

A pronúncia das palavras

Em músicas, você pode aprender a forma de se pronunciar diversas palavras diretamente de um falante nativo do inglês. Aproveite essa oportunidade e compare diferentes músicas que possuam uma mesma palavra para perceber nuances da pronúncia correta.

Gírias e expressões usuais

As músicas geralmente carregam a maneira mais informal possível de se dizer as coisas. Isso significa que você pode encontrar diversas gírias e palavras típicas do contexto da banda que a gravou. É uma ótima oportunidade de se conhecer o inglês na forma como ele é utilizado popularmente.

About the author

Rafael Teixeira

Leave a Comment